Menu

-Resenha- O Filho de Netuno, por Rick Riordan

A vida de Percy Jackson é assim mesmo: uma grande bagunça de deuses e monstros que, na maioria das vezes, acaba em problemas. Filho de Poseidon, o deus do mar, um belo dia Percy desperta sem memória e acaba em um acampamento de heróis que não reconhece. Agarrado à lembrança de uma garota, só tem uma certeza: os dias de jornadas e batalhas não terminaram. Percy e seus novos colegas semideuses vão enfrentar os misteriosos desígnios da Profecia dos Sete. Se falharem, as consequências, é claro, serão desastrosas.

Editora: Íntrinseca
Autor: Rick Riordan
Pag: 432
Nota: 5/5
Comprar: Submarino - Saraiva

Clique aqui e veja a resenha de O Herói Perdido.


Neste segundo volume da série Os Heróis do Olimpo, matamos a saudade das travessuras de Percy Jackson, como já intitulado o livro O Filho de Netuno, o mesmo é o protagonista. Percy tem a companhia de Hazel e Frank que também serão protagonistas deste livro. Conhecemos o Acampamento de Júpiter, isto mesmo, um acampamento onde são levados os semideuses romanos. Agora que tudo se mistura, deuses gregos na personalidades romanas, que por sua vez na grande maioria quando são citados, são chamados pelos seus nomes romanos.

Não demora muito e Percy Jackson já é mandado para um missão dada por Marte a Frank. Claro que Hazel não poderia ficar de fora. Eles terão que ir para o Alasca, lugar longe do alcance dos poderes dos deuses, aonde a morte esta presa, ou melhor o deus Tânanos. O gigante Alcioneu conseguiu se reconstituir com a ajuda de sua mão Gaia, e é ele que prendeu a morte, enquanto isto, seu irmão Polybotes está indo em direção ao Acampamento de Júpiter para começar uma guerra. Percy, Hazel e Frank terão cinco dias para libertar a morte, pois, por enquanto quem morre pode voltar a vida, pois as Portas da Morte está aos comando de Gaia, ela que descide quem deve e quem não deve voltar do mundo inferior. No Alasca também está a Águia Dourada um símbolo de proteção para o Acamamento de Júpiter.

Percy Jackson vai recuperando sua memória ao longo de toda a missão, diferente de Jason ( em O Herói Perdido).


Gostamos logo de cara de Hazel. A mesma sofre com blecautes de seu passado, que por sinal é super importante para este volume da série. Rick Riordan nos leva ao mais profundo do passado de Hazel, uma maldição a persegue, por este motivo a mesma se afasta dos outros semideuses, que por sinal a acham estranha. Ela guarda este segredo, tem medo do que os outros podem pensar dela. Hazel é filha de Plutão. Este cavalo se chama Arion, que possui um papel fundamental na missão.

Frank por sua vez é um garoto super atrapalhado, ainda não sabe ao certo quem é seu pai, mais acha que é Hermes. Sempre teve medo que os outros descubram sobre seu segredo. Frank perdeu sua mãe ainda muito pequeno, morou sempre com sua avó. Bem não posso falar muito dele, sem soltar spolers, mais posso dizer que ele é incrível =D

Gaia mostra-se que é mais malvada que seu filho Cronos, a mesma está se recompondo, uma grande guerra esta por vim, a grande profecia esta se realizando.



Sete meios-sangues responderão ao chamado.
Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado.
Um juramento a manter com um alento final,
E inimigos com armas às Portas da Morte afinal.

Bem não achei a idéia do Tio Rick colocar tipo um "oráculo" matador de ursinhos de pelúcia. Você deve está se perguntando, como assim? Octavian possui o poder do augúrio, saber do futuro, só que ele só consegue ver quando "esfaqueia" ou melho sacrifica um urso de pelúcia, tosco. Sem contar que Octavian é super nojento no sentido de debochado, não sei não, mais acho que ele vai aprontar nos volumes seguintes da série.

Hera ou melhor Juno possui um plano para os sete da grande profecia, pra quem já leu o primeiro já sabe que tal plano é este.

Na minha opinião Rick Riordan a cada novo livro esta se superando. A ação é o ponto principal deste livro, sem contar com suas pitadas de mistérios. Bem o livro é contado em terceira pessoa, por cada um dos três: Percy, Hazel e Frank. Não há uma sequência exata dos capítulos, mais são bem distintas. Hazel e Frank evoluem super rápido ao longo de toda a trama. Não sei ainda qual dos sete semideuses irá ter mais importância ao longo de toda a série, pois cada um possui seu lugar na série. No final já temos mais ou menos noção do que ira acontecer no proximo livro, que será intitulado A Marca de Atena.

Antes de finalizar vou fazer uma pequena apresentação, uma Harpia chamada Ella, super lunatica, lêr todo tipo de livro, e quando fala fica citando alguma passagem de algum livro que leu. Bem você deve pensar, pra falar dela? Não me pergunte só leia o livro e se surprienda.

O Filho de Netuno é perfeito, não tenho nada para criticar (tirando algumas coisinhas de Octavian), os personagens são bem apresentados, super carismaticos, não tem como não nos apaixonarmos. Sem contar que a capa é perfeita. Espero que gostem assim como gostei e aguardem o proximo livro.


*Este livro foi enviado pela editora Íntrinseca, para o evento que serei mediador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário